Enter your keyword

post

Conversando com o idoso

Conversando com o idoso

Estabelecer uma comunicação com idosos, seja qual for a patologia neles apresentada, requer pequenos cuidados para que esta comunicação aconteça de maneira efetiva e descomplicada para eles.

São dicas simples e diríamos até óbvias, mas como o óbvio por vezes nos passa despercebido, lembrá-las nunca é demais.Quando for conversar com o idoso, chame-o pelo seu nome (ou apelido que ele preferir). Evite infantilizações e palavras no diminutivo.

Falar alto é diferente de gritar. Fale pausadamente, com calma, mas não muito lento. Fique de frente, dirigindo seu olhar para com quem está conversando.

Utilize frases curtas e objetivas. Confira se o idoso está entendendo.

Alguns recursos como gestos e expressões faciais podem colaborar na compreensão do assunto.

Faça uma pergunta por vez e aguarde.

Escute! Respeite o ritmo de resposta do idoso. Não atropele nem o interrompa.

Evite conversas em ambientes barulhentos, pois dificulta muito a compreensão.

Quando compreendemos as características dos idosos, possibilitamos maiores condições de respeito.

É preciso adequar nossa postura e os ambientes para suas necessidades. Desta forma minimizamos suas limitações e colaboramos muito para melhorar a qualidade de suas vidas.

No Comments

Add your review

Your email address will not be published.